Marv@da C@rne XXII

por João Baptista Pimentel Neto
jornalista, gestor e produtor cultural

Dia Mundial da Diversidade Cultural

Estava passando batido, mas, devido a sua importância, continua merecendo registro que ontem, 21 de maio, comemorou-se o Dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo e o Desenvolvimento. A efeméride foi proclamada pela Assembleia-geral da ONU, para assinalar a data da aprovação, em 2001, da Declaração Universal da UNESCO sobre a Diversidade Cultural, da qual o Brasil é um dos países signatários, tendo ainda exercido um papel de fundamental importância dentro do processo que levou a sua aprovação. O documento eleva a diversidade cultural à categoria de “patrimônio comum da humanidade, cuja defesa é um imperativo ético indissociável do respeito à dignidade individual”. 

Diversidade linguística, direitos do autor e do público

Entre as principais determinações que devem ser observadas pelos países signatários, ressaltamos a responsabilidade de fomentar a diversidade linguística e o estímulo a aprendizagem de várias línguas em todos os níveis da educação, respeitando a língua materna dos povos, assim como da “alfabetização digital” e o aumento do domínio das novas tecnologias da informação e da comunicação, que devem ser consideradas, ao mesmo tempo, disciplinas de ensino e instrumentos pedagógicos capazes de fortalecer a eficácia dos serviços educativos. Cabe também aos signatários a defesa da “garantia da proteção dos direitos de autor e dos direitos conexos, de modo a fomentar o desenvolvimento da criatividade contemporânea e uma remuneração justa do trabalho criativo, defendendo, ao mesmo tempo, o direito público de acesso à cultura”.

Monocultura Cinematográfica Alienigena
 
Comprovando que a legislação que normatiza a exibição de filmes nas salas do circuito comercial brasileiro precisa sofrer urgentemente alguma alteração, merece registro que nas últimas duas semanas, cerca de metade das parcas duas mil quinhentas e tantas salas brasileiras, estavam sendo “ocupadas” por apenas duas (!!!) produções, ambas norte americanas. Para dar números e nomes aos bois, registre-se que “Os Vingadores” e “Battleship” eram exibidos até a última sexta feira, em cerca de mil e quinhentas salas. Algo simplesmente impensável de acontecer em qualquer outro país medianamente desenvolvido do mundo. A situação provocou indignação nos meios audiovisuais brasileiros e levou o CBC / Congresso Brasileiro de Cinema a consultar o IDEC / Instituto de Defesa do Consumidor sobre a possibilidade da tomada de alguma iniciativa de ordem jurídica contra as empresas distribuidoras e exibidoras.
 
CBC quer regulamentação
 
Segundo este Marv@da C@rne, que também é presidente do CBC / Congresso Brasileiro de Cinema “a situação repete o ocorrido no ano passado quando do lançamento do filme “Crepúsculo“, quando apenas uma produção norte americana, ocupou por um significativo período mais da metade das salas de exibição do circuito comercial. Na oportunidade, também fizemos consultas e pretendíamos buscar até mesmo uma intervenção do CADE para resolver o problema. Porém, todos os juristas consultados afirmaram não existir qualquer base legal para sustentar uma ação mais efetiva. E agora que a situação se repete continuamos sem ter o que fazer. Assim, diante da repetição destes fatos, o CBC deverá ainda nesta semana oficiando a ANCINE, instando-a para que cumpra seu papel de órgão regulador, elabore e faça vigorar algum instrumento legal capaz de evitar que este tipo de situação constrangedora continue ocorrendo. Até porque, julgamos que este tipo de ação é maléfico não apenas para os filmes brasileiros, mas até mesmo para o mercado como um todo”. É esperar para ver..
Rota CineMS

Demonstrando que, com o apoio de estados, municípios e da sociedade civil organizada, a cada dia que passa e cada vez mais o cinema nacional consegue romper os limites impostos pelo circuito comercial e chegar ao público brasileiro, a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul inicia hoje a programação mensal do projeto Rota CineMS, que pega a estrada e leva a programação especial da Mostra Infantil de Animações Brasileiras para crianças do ensino fundamental dos municípios de Maracaju, Jardim e Porto Murtinho. Segundo a assessoria de imprensa da Fundação, para compor a programação deste mês, a equipe do projeto Rota CineMS selecionou curtas que abordam assuntos, situações, paisagens, trilhas sonoras e personagens da cultura popular brasileira, proporcionando ao público infantil acesso a arte produzida em nosso país. O Rota Cine MS visa democratizar o acesso às produções cinematográficas brasileiras por meio de exibições públicas e gratuitas em cidades que não têm salas de cinema. Escolas e projetos sociais também são parceiros do evento. Outras informações sobre o Rota CineMS podem ser obtidas no Núcleo de Audiovisual da FCMS, pelos telefones 3316-9166/9672-2079/9151-5155 ou pelo e-mail: audiovisual.fcms@gmail.com.

Salas de Cinema?

Enquanto isso, o circuito comercial de salas de exibição continua ampliando sua política de exibir “qualquer coisa”, desde que a atividade lhe proporcione lucros financeiros. Assim, depois de promover, no último sábado, a exibição do jogo final da UEFA Champions League em 29 salas espalhadas por todo o país, está sendo anunciada a exibição pelo mesmo circuito dos shows da turnê de 15 anos do Los Hermanos, cujos ingressos estão esgotados no Rio e em São Paulo. Assim, segundo os promotores da atividade, quem ficou sem ingresso para estes shows, “tem agora um prêmio de consolação”, já que a terceira apresentação do grupo na capital paulista, marcada para o próximo dia 31, será transmitida ao vivo, a partir das 22 horas, para 34 salas de cinema em 21 cidades do país. Os ingressos estão sendo vendidos pelo valor de R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia-entrada), através do site www.cinelive.com.br. Como se vê, a cada nova promoção o número de salas disponíveis para participar deste tipo de promoção aumenta, enquanto o número de filmes nacionais e a bilheteria dos filmes brasileiros diminui. Enquanto isso a ANCINE continua aparentemente apenas preocupada com o fomento.
Editais FSA

Conforme anunciado na semana passada, a ANCINE / Agência Nacional de Cinema publicou ontem, os editais das chamadas públicas de quatro linhas de ação do FSAFundo Setorial do Audiovisual. De acordo com a agência, o valor total dos investimentos será de R$ 205 milhões. Ainda de acorco com a ANCINE, as Chamadas Públicas deste ano apresentam algumas alterações importantes para a dinâmica de operação do Fundo. Assim, com exceção da modalidade Aporte na Produção da Linha A, que continuará funcionando por meio de concurso público, todas as demais linhas de ação passarão a operar no sistema de fluxo contínuo. Outra alteração importante determina que só os projetos que atingirem Também passa a ser exigida uma nota mínima de 50% da pontuação máxima para só os projetos o projeto passar à etapa de defesa oral (pitching). E o prazo de retorno financeiro do investimento será reduzido: nas Linhas A, C e D, passa de 7 para 3 anos; na Linha B (TV), de 10 para 5 anos. Além disso, deixa de existir participação do FSA sobre os recursos do PAR / Prêmio Adicional de Renda e do PAQ / Programa ANCINE de Incentivo à Qualidade do Cinema Brasileiro.  e os editais estão disponíveis no portal do BRDE / Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE, novo agente financeiro do FSA

Sob nova direção

Em assembléia realizada na última quinta-feira (17), a ABPI-TV / Associação Brasileira de Produtoras Independentes de TV) elegeu um novo Conselho Federal que deverá comandar a entidade durante o biênio 2012-2014. A presidência deverá continuar sendo ocupada pelo cineasta e produtor Marco Altberg, sendo também reeleitos Kiko Mistrorigo e Luis Antonio Silveira, que continuarão exercendo respectivamente a vice-presidência e a secretaria geral. Participam ainda como membros titulares do Conselho FederalAdriano Civita, Fernando Dias, André BreitmanClélia Bessa. Para ocupar os cargos de Conselheiros Fiscais foram eleitos: Leonardo DouradoBelisario Franca. Finalmente, buscando ampliar a abrangência e representatividade da entidade para além do eixo Rio/São Paulo foram eleitos ainda João Roni (Suplente Conselho Federal), Cristiano Seixas (Suplente Conselho Federal) e Gabriel Priolli (Suplente Conselho Fiscal), respectivamente de Santa Catarina, Belo Horizonte e Distrito Federal. Segundo Altberg, além da eleição do novo conselho, durante a assembleía, foram discutidas e aprovadas por mais de 50 empresas associadas os 10 pontos da plataforma de gestão que a nova diretoria considera essenciais para o avanço e fortalecimento da produção audiovisual independente brasileira.

@gend@ de festyv@ys
Festival Internacional de Filmes sobre Energia Nuclear, Urânio em Movi(e)mento 

Festival Internacional de Filmes sobre Energia Nuclear, Urânio em Movi(e)mento, será realizado nos dias 28 de junho a 14 de julho, na Cinemateca do MAM / Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Para os indicados ao Oscar Amarelo, o festival escolheu oito filmes, de oito países, divididos nas categorias: melhor curta, melhor longa e melhor animação. Mais de 50 filmes de todos os continentes serão exibidos durante a programação, todos relacionados a bombas atômicas, energia nuclear, mineração de urânio e os perigos radioativos. O objetivo é estimular a produção de documentários independentes, ficções e filmes de animação sobre qualquer questão nuclear. De acordo com os organizadores, “ao conceder o ‘Oscar Amarelo‘, o festival pretende apoiar cineastas ‘nucleares’ a continuarem com o seu trabalho e dar-lhes mais visibilidade”. O “Yellow Oscar” 2012 é um modelo inspirado no último bonde do Rio de Janeiro, feito de materiais reciclados e reutilizados pelo artista plástico Getúlio Damado, de Santa Teresa. Conheça a programação completa do festival.

observ@tóryo do @udyovisu@l
Chá de Cadeira

Discutir  como o conhecimento se transforma em geração de trabalho e renda, e saber mais como novas ideias estão mudando o mundo ao nosso redor com a economia criativa. Com esta proposta, o Núcleo de Produção Digital Orlando Vieira, equipamento da Fundação Municipal de Cultura e Turismo, Funcaju, em parceria com o Instituto Banese e o Sebrae/SE, têm o prazer de convidar para o Chá de Cadeira sobre Empreendedorismo Cultural. O encontro acontece dia 25 de maiosexta, às 14h, no Museu da Gente Sergipana, e conta com a presença da Diretora da Secretaria da Economia Criativa do MinC, Luciana Guilherme; da Secretária de Estado da Cultura de Sergipe, Eloísa Galdino, e do representante da Filmes a Granel, Gian Orsine. O evento recebe o apoio da Assosciação Brasileira de Documentaristas e Curta-Metragistas, ABD/SE, e da Secretaria da Economia Criativa do MinC.
 
O Chá de Cadeira é realizado pelo NPD desde julho de 2010 e tem como proposta estabelecer diálogos com o público, trazendo sempre convidados para debater questões intrínsecas e/ou transversais ao cenário audiovisual. A idéia é sentar, não para esperar mas para discutir tomando um saboroso chá. O Chá já recebeu personalidades influentes no audiovisual, como o diretor regional do CNC / Conselho Nacional de Cineclubes de Goiás, Luiz Felipe Mundim, o coordenador da Rede Cine Mais Cultura, Rodrigo Bouillet, o pesquisador sergipano e coordenador do Núcleo Regional | Sergipe do Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro, Djaldino Mota Moreno, Sofia Federico, diretora da DIMAS – Diretoria de Audiovisual | Secretaria de Cultura da Bahia, que deram valiosa contribuição para o desenvolvimento do cenário audiovisual local.
outr@s tel@s
Rodacine em Santa Maria 

Para comemorar os 10 anos de atividades, o SMVC / Festival Santa Maria Vídeo e Cinema tem realizado uma série de atividades e agora, com o apoio da Prefeitura Municipal, promove no mês de aniversário da cidade de Santa Maria, exibições de filmes por meio do projeto RODACINE. As sessões aconteceram na Praça Saldanha Marinho, nos dias 24 e 25 de maio, a partir das 18h30min. Os filmes que serão exibidos fazem parte do acervo do Festival que há dez anos valoriza os meios de produção e fomenta a difusão e formação, fortalecendo a interlocução com cineclubistas, produtores, distribuidores e exibidores independentes. O projeto RODACINE é uma realização da FUNDACINE / Fundação de Cinema do Rio Grande do Sul e do IECINE / Instituto Estadual de Cinema do Rio Grande do Sul e há 10 anos promove exibições cinematográficas de filmes brasileiros gratuitamente em cidades do interior do estado. A atividade tem ainda apoio da CESMA / Cooperativa dos Estudantes Secundaristas de Santa Maria, do BANRISUL, do BADESUL, da CORSAN e da Rede Vivo.

cyneclub@ndo
Persópolis no Difusão Cineclube

Com entrada franca, o Difusão Cineclube de Atibaia (SP) exibe nesta quinta feira, a partir das 19h30min, o filme Persópolis, filme francês de animação de 2007, baseado no romance gráfico autobiográfico homônimo de Marjane Satrapi. O filme foi escrito e dirigido por Satrapi e Vincent Paronnaud. Sua trama começa pouco antes da Revolução Iraniana, quando Marjane atinge a adolescência, e acaba quando ela é uma expatriada de 22 anos. O título é uma referência à cidade histórica de Persépolis. A produção estreou no Festival de Cannes de 2007, onde recebeu o prêmio do júri. Em seu discurso, Marjane disse que “apesar desse filme ser universal, gostaria de dedicar o prêmio a todos iranianos. O filme foi lançado na França e na Bélgica em 27 de junho do mesmo ano. No Brasil, foi lançado em 30 de outubro de 2007 no Festival Internacional de São Paulo e em 23 de fevereiro de 2008 no circuito comercial. Persópolis foi escolhido pelo governo francês para representar o país na disputa ao Oscar de melhor filme estrangeiro e, apesar de não ter sido indicado na categoria, foi um dos três indicados ao prêmio de melhor filme de animação, mas acabou perdendo para Ratatouille. Com 95 minutos de duração, Persópolis será exibido na sala do Difusão Cineclube, localizada na Rua Doutor Oswaldo Urioste n 41, em Atibaia, SP.

regystro 
“Besouro” ganha prêmio em festival canadense

O filme Besouro, de João Daniel Tikhomiroff, ganhou prêmio de melhor longa-metragem internacional no ReelWorld Film, festival realizado em Toronto, no Canadá.  Promovido desde 2001, o Festival de Toronto é dedicado à promoção e criação de oportunidades na indústria cinematográfica canadense para talentos emergentes da cultura negra.

humor pyr@te@do

c@us@s & lut@s
Cultura Verde

CLIQUE AQUI e PARTICIPE DESTA CAMPANHA!

Leia também na edição de hoje do SUL21

Opinião Pública Sul 21
Código Florestal: as razões do Veta Tudo!

por Luiz Zarref

O projeto que altera o Código Florestal brasileiro, votado nesta semana na Câmara dos Deputados, representa a pauta máxima ruralista. A bancada apoiadora do agronegócio e defensora daqueles que cometeram crimes ambientais mostrou sua coesão e conseguiu aprovar um texto de forma entrelaçada, comprometendo todo o projeto. Leia mais…

* Notícias SUL21 Líder do PV: não há ambiente político para derrubar veto ao Código

* Notícias SUL21 Justiça absolve acusados de assassinar liderança indígena em Roraima

pelos direitos do público!
filmes são feitos para serem vistos!

CLIQUE AQUI e curta o Marv@da C@rne também no facebook!

Receba atualizações participando também do GRUPO do Marv@da C@rne!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s